Paulino Michelazzo

É isso aí ministro

Categoria(s): Educação, Política

Do estadão de hoje:

Mercadante manteve o discurso contrário à destinação de 10% do PIB para educação. “Não basta o Congresso dizer que precisa ter uma meta de investimento. Tem que dizer que onde virá o recurso”, disse.

É isso aí meu querido ministro, tem-se que manter o povo na estupidez e ignorância para que possam continuar a votar na corja da qual faz parte. Está fazendo seu papel perfeitamente, merecendo inclusive ser laureado com um Nobel.

Ordinário.

1

A descoberta

Categoria(s): Educação, Opinião

Por quê o Brasil é um dos países com mais acesso as redes sociais desde o Orkut? Simples, o povo deixa de estudar para ficar futricando a vida dos outros.

Prova disso é o vergonhoso (para nós brasileiros) informe apresentado no Fórum Econômico Mundial sobre a qualidade de ensino no Brasil. Ocupamos em matemática a ridícula 116ª posição e, em ciências, a “glamourosa” posição de número 132 (foram 144 países avaliados), ficando atrás de países que você certamente nunca ouviu falar e tampouco sabe onde fica como Chade, Lesoto, Suazilândia e Azerbaijão.

Mas está tudo bem, afinal vão ser criados dois novos programas pelo governo federal: o bolsa matemática básica, voltado às domésticas e pedreiros e o bolsa ciências, voltadas as crianças que precisam aprender a plantar pés de tomates em copinhos descartáveis com algodão.

“Haja o que hajar”, vai dar certo.

1

Enquanto isso, no hemisfério sul…

Categoria(s): Educação, Governo, Mundo, Opinião, Política, Videos

mundoA primeira realidade:

Faltando 30 meses para o início da Copa de 2014 no Brasil, 54% das obras de transporte (urbano e aeroportos) previstas para o evento não tem nem licitação.

Fonte: Folha de São Paulo

A segunda realidade:

O Broad Group, empresa chinesa de construção sustentável, completou outra impossível tarefa construindo um protótipo de um prédio de 30 andares em 360 horas, depois de construir outro prédio de 15 andares em uma semana em 2011.

Fonte (com o vídeo da façanha): YouTube

Muito bem! Depois dessa, os pseudos-sindicalistas de plantão e os esquerdistas órfãos de pai e mãe irão dizer: “é, mas na China o trabalho é escravo, o povo é explorado”.

Bem, então vejamos outras realidades:

A China é hoje o segundo PIB do mundo, 3 vezes maior que o do Brasil, o maior exportador do planeta, está chegando na sola de nosso país no PIB per capita, cresce cerca de 10% ao ano, deve somente 17,5% de seu PIB e possui as segundas melhores notas de crédito do mundo.

Na educação, estão junto com o Brasil com 92% da população “escolarizada”, mas a diferença para aí. Lá o governo enfiou 9% a mais de seu PIB na educação no último ano, enquanto aqui o governo fica falando em tentar chegar em 7% (agora é 5%). Mas a piada de mau gosto de nosso governo não fica nisso. Ele alardeia como se tivesse ganho um prêmio Nobel a entrega de 214 unidades de ensino técnico, aquele que vai dar a primeira base profissional para o cidadão. Mas e do outro lado? Bem, lá são… 17.700 escolas técnicas.

Acha que acabou? Não não, tem mais ainda para dar risada (sim, risada porque senão chora com a realidade). O governo gasta uma baba com publicidade para fazer um vídeo onde alguns figurões do planalto central vangloriam-se que nosso país tupiniquim aumentou dez vezes sua produção científica nos últimos 25 anos, enquanto a produção mundial somente dobrou. Bonito não é? Mas e se eu mostrar para você que a China aumentou sua produção 7 vezes em 12 anos e vai bater os EUA ainda nesta década na produção científica, tornando-se o primeiro do mundo?

Claro que poderia enveredar-me por outras searas mas nem vale a pena. Quem tem dois neurônios funcionando consegue perceber que eles estão realmente crescendo e nós patinando num mar de corrupção, descaso, escândalos e sacanagens. Mas o pior é o povo não aprende mesmo. Aquele mesma pária de esgoto, ex-presidente Collor de Melo está em Brasília fazendo coro com Sarney, Jucá e agora Jader Barbalho (aquele que renunciou há 10 anos atrás). E quem os colocou lá?

Enquanto reclamamos que eles fazem porcarias Made in China (mesmo “esquecendo” que eles fazem iPads, iPhones, navios, satélites, etc), que possuem um governo que restringe a liberdade e que são “um bando de amarelos que falam estranho”, nós ficamos babando na nova edição do BBB e esperando realmente que a Copa do Mundo traga um pouco mais de felicidade (para as empreiteiras, claro).

Triste.