Balanço pessoal de 2009

Não, este post não é resultado de meus dias de descanso nesta semana em Salvador. Não aprendi a dançar axé no pelourinho e tampouco virei baladeiro (do Timbalada). É somente aquele momento de retrospectiva do que aconteceu no ano que está indo embora, nada mais que isso. Saldão do dito? Bom, muito bom. Pouco a reclamar. Claro, percalços aconteceram de vários tipos mas se não aparecem estes, creio que as coisas ficariam sem graça (não posso dizer com convicção porque sempre tem percalços deste lado aqui).

A empresa cresceu, agigantou-se e quase me engoliu. Com ela aprendi várias coisas ao longo do ano e principalmente que sempre deve-se ter as pessoas corretas nos lugares chaves. Também aprendi que confiança é algo bom mas deve-se levar quase ao pé da letra o dito do “um olho no gato e outro no peixe”. No final, a esperança sempre é a última que morre e desta vez… não morreu! Fazer o trabalho correto, ser justo e principalmente trabalhar prá caramba, faz a diferença entre o que fica na estrada e o que segue o caminho. Pedra todo mundo tem; importa saber o que fazer com elas.

E por falar em estrada, ela foi a minha companheira durante o ano de 2009. Verificando o TripIt, ferramenta de gerenciamento de viagens, lá estão 36 ao longo do ano com mais de 58 mil quilômetros de estrada em cento e dezoito dias, ou seja, quase 4 meses em hotéis, motéis, hostels, pousadas, guesthouses, aviões, carros, trens e sabe lá mais o quê. Grande parte delas a trabalho mas também tive algumas para desopilar o fígado e conhecer novas terras como o deserto de Atacama no Chile (onde ficou provado que o “nada” existe) e a praia de Boa Viagem em Recife ou ainda matar saudades do peixe com molho branco de Boa Vista, dos camarões de Florianópolis, do barreado do litoral paranaense e o tutu a mineira do aeroporto de Belo Horizonte. Além deste saldo, outro muito bom: milhas. Milhares delas nos cartões das companhias aéreas que vão me levar para outras viagens durante 2010 (preferencialmente para descansar da correria que já se apresenta).

Tabelão das viagens de 2009

Tabelão das viagens de 2009

Mas o melhor mesmo não foram as viagens ou as investidas gastronômicas. Foram sim as pessoas que conheci ao longo do ano e também as que re-conheci. O que falar das meninas super poderosas da Arteccom (Adriana, Cris, Flávia e todo o time masculino também)? Dos geeks Akita, Dani, Dulcetti, Eliane, GC, Guanabara, Kauê e Makeenzy? Das feras Addi, Baeta, Ferrara, Gil Giardelli, Luli, Matt e Ryan? Ou ainda as peças raras que ressurgiram das cinzas como Alessandro Gil, Bimbo, Maçan, Noab, Juliano (que não cansa de sofrer com o Sport), Guilherme (que aprendeu a encher a cara), Pedro Moura e até mesmo o velho Gandhi de guerra voltou da tumba em 2009. Um ano cheio de grandes pessoas (algumas graaaannnndesss mesmo) e poucas perdas (ainda bem).

As meninas da Arteccom

As meninas da Arteccom

2009 também foi um ano musical, fosse pelo meu amado vizinho com seu meio de condução vermelho (não é possível chamar de carro) com som de chacoalhar o vitrô da minha sala, fosse pelas maravilhosas aquisições no iTunes (leia-se, nos torrent’s que foram para o iTunes). Peter White, Michael Lington, Rodney Thompson, Jake Shimabukuro, Dave Koz, Chris Botti e Mark Barrios. Um timaço de gente boa que veio se unir aos já conhecidíssimos da MPB brasileira. Só a nata mesmo!

E além de música, fotos, milhares delas. Na verdade 3 800 fotos clicadas em tudo que é paisagem deste mundão. Muita foto engraçada, muita foto estranha e também, muita foto bonita. Depois do encontro com representantes das camadas menos favorecidas da sociedade no ano passado, a 40D chegou arrasando quarteirão e muita coisa pode ser vista aqui mesmo no blog por este link. Não está tudo lá? Claro que não, alguém tem que trabalhar nesta vida né?

Lagunas Miscanti - Chile

Lagunas Miscanti – Chile

A coleção de pinguins também cresceu com novos participantes que já lotam o ninho e precisam de um novo em breve bem como a biblioteca que chegou naquela vergonha de ter livro sobre livro. Resultado: toca procurar um móvel maior para acomodá-los todos como merecem. A única coisa que não mudou é: ainda não tenho TV :-)

Então que venha 2010 com muito mais voos, muito mais livros, muito mais músicas, muito mais pessoas e principalmente, muito mais desafios. Afinal, sem eles a coisa fica muito sem graça. Ahhh, e muitos textos também. Prometo!

Um 2010 sensacional para você!

4 Comentários

Adicione o seu

  1. Eder L. Marques

    04/01/2010 — 15:22

    Boas histórias, ótimas recordações.
    Em 2009 passei por alguns dos lugares que você já havia conhecido, e suas dicas foram valorosas.

    Que 2010 seja ainda mais repleto de realizações!

  2. Ótimo post (como sempre) !
    Faço das palavras do Fabiano, as minhas.

    Legal mesmo ter ‘conteúdo’ pra contar no final de ano (lembrar de tanta coisa assim não é fácil), espero que 2010 seja melhor, bem melhor.

    Um dia eu chego no seu nivel! rsrsrsrs :P

    []’s

    Feliz 2010

  3. Caracas, está virando moda eu me emocionar com os textos dos outros.
    Principalmente quando são pessoas que admiro muito e que tive a grande felicidade de conhecer, conviver e em alguns casos ganhar grandes amigos!
    Sinto-me honrada de estar nessa lista fera, e é recíproco, de todas as coisas boas e malucas dessa correria de viagens e eventos que foi 2009, sem dúvida a melhor coisa foi exatamente as pessoas que conheci como você.
    Um mala pra cacete que encheu o saco de uma turma fera de desenvolvedores quando apresentamos pela primeira vez o PagSeguro, mas que eu descobri depois um cara extremamente inteligente e mestre não só profissionalmente, mas como exemplo pessoal e de vida. Sempre falo que quero você como amigo sempre!
    E quando lá no UOL conheceram o Paulino e me falaram descobri a versão masculina da Dani, poxa quem me dera, ainda sou uma pupila desse fera, mas eu chego lá.
    Sou atrevida talvez tanto quanto, mas ainda tenho muito que aprender e espero poder ter mais um ano e outros pra conviver mais com o mestre e com o amigo. =)

  4. Fabiano Pereira

    31/12/2009 — 00:12

    Bacana o post.
    É muito bom ter (boas) histórias pra contar!
    Que em 2010 elas (as boas histórias) se multipliquem.
    ;-)

    Abraços

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + 9 =