Vou vender pastel

Um de meus amores é o pastel. Não estou falando daquele pastel de forno ou ainda os pastéis de Belém. Estou falando daquele pastel de feira quentinho que você acorda cedo para ir comer. E com um vinagrete então…

Aqui ao lado da casa da família tem feira todo o domingo (outra coisa que gosto, feira livre). E claro, barraquinha de pastel de japonês. Sim, porque pastel de italiano não é pastel, é pizza. Pastel tem que ser japa, o restante é imitação made in China (até isso eles pirateiam). Mas enfim, todo o domingo que cá estou, acordo cedo esteja fazendo sol, chuva ou caindo canivete aberto lá estou comendo pastel.

Hoje não foi diferente. Nove da manhã já estava comendo pastel com meu segundo irmão. Come um, come dois e começamos a fazer um exercício matemático (em plena nove da matina de domingo) de quanto o Mário, dono da barraquinha, ganha por mês e simplesmente decidimos: vamos vender pastel. Quer ver porquê?

O primeiro problema: como descobrir quantos pastéis vende por dia. Então fizemos um cálculo “por cima” baseado no seguinte: durante a meia hora que lá estivemos contamos 60 pessoas comendo pastel. Cada pessoa come em média dois pastéis (o que não vale para mim, claro), que prefazem 120 pastéis a cada meia hora, 240 por hora. Como a feira acontece entre às 7 e meio dia, são cinco horas dia que totalizam 1200 pastéis. Colocando uma média de R$ 2,20 cada pastel, o faturamento diário de seu Mário só com pastel é R$ 2.640,00.

Agora, multiplicamos este valor por 30 dias (porque feira não tem feriado), chegamos a conta de R$ 79.200,00! É pouco? Pois bem, acrecentamos também 600 latas de refrigerante (uma para cada dois pastéis) em média por dia ao preço de R$ 2,00 cada uma, temos no final R$ 36.000,00. Somando, chegamos ao faturamento de R$ 115.200,00 por mês. Se o Mário depois que pagar tudo ficar com só 10%, seu lucro líquido é de R$ 11.520,00.

Resultado de meu domingo na feira: nunca saí tão frustrado de uma comilança quanto hoje. O pasteleiro ganha muito mais do que eu que já tenho 20 anos de profissão e muito mais do que o presidente (sem descontar os cartões, é claro), mesmo fazendo pastelão. Ser presidente? Ser programador? Que nada, quero é ser pasteleiro :-)

27 comentários para “Vou vender pastel

  1. Boa noite!

    Sr. Paulino Michelazzo.
    Com toda certeza, nos cálculos… Posso afirmar como ex-engenheiro civil de 28 anos de carreira. O Sr. Está corretíssimo, lembrando que fizera cálculos (média-ponderada) do valor do pastel a R$ 2,00, sabendo que existe pastéis de R$ 2,00 até R$8,00 ou até R$12,00.
    Seu comentário fora esclarecedor.
    Juntasse a nós pasteleiros do futuro.
    Grato pela atenção

  2. e m prazer participar desta coluna e dizer que tambem acho correto o que foi dito anteriormente , alias eu tb estou querendo trabalhar com pasteis de feira e com certesa tb vou ganhar nao tanto quanto ao colega mas mais que ganho trabalhando aqui em nova york estados unidos , se alguem quise r entrar em conta to comi go e so usar o meu imal obrigado pela oportunidade, resumindo pastel de feira alem de ser muito gostoso tb e um otimo negocio lucrativo

    • Caro Jose Antonio Da Silva!
      Tudo bem?
      Vi seu comentário no Site,e notei que se encontra no exterior. quando retornar me da um toque, podemos formar uma parceria.. o que você acha?
      Desde já agradeço!
      Att. wilson

      • ola gotei do comentario sobre pastel de feira quero abri um negocio proprio de pastel de feira quem poder me ajudar por favor mande para o meu E- mail fico muito grata

  3. Fazer pastel com massa caseira é uma especialidade minha. Hoje estava pensando nesta possibilidade como fonte extra de renda, por isto cheguei ao teu blog. Sou hiper tímida prá vender, mas acho até que vou prá feira livre, pelo menos é o que dá vontade de tentar. Pena que o preço por aqui é bem outro. Abraço.( Pelotas / RS)

  4. Pingback: Não quero mais pastel, quero supermercado | Paulino Michelazzo

  5. presado{as} amigo{as} em relação aos pasteis de feira acredito muito que este e um bom negocio pois eu tbm estou tentando entrar neste negocio da china , mas vou ser diferente , sou cosinheiro formado pelo hotel escola senac e como bom mineirinho vou colocar meus conhecimentos em pratica ao meu favor , meus pasteis vão ser diferetes destes que vcs consomem em feiras livres , serão feitos com masa de farinha de milho com recheios de carne seca com abobora , carne seca com aipim , bacalhau , carne moida e temperada a moda mineira {obs} com ora pro nobilis , uma planta aromatica afrodiziaca tipida das regiões de ouro preto , justificando a mineirisse este pastel e chamado de pastel caipira , na região sul do estado são muito consumidos ! so um lembrete , em breve vcs poderão comprovar desta iguarias no meu trailler que tera o nome de { SABORES DE MINAS } as margens da rod. fernão dias em mairiporã sentido são paulo atibaia ..

  6. boa tarde!!muito legal esse blog!! estou há uns 4 meses com a idéia de vender pastel na porta da minha casa,já que todos aqui em casa somos comedores de pastel e com essas experiencias em casa,fico criando recheios que todos adoram.
    meu intuito é de rechear e fritar na hora.moro num bairro bem movimentado e depois de ver esse blog,me animei ainda mais!!!
    tenho total conciência de que no começo as coisas serão um pouco mais difíceis.

    só estou um pouco perdida do que comprar no começo…tipo,embalagens para entregar o pastel ao cliente,se ofereço copo de guaraná grátis,etc..se tiver alguem que já tem um pouco de experiência,me dêem algumas dicas por favor!!

    muito obrigada e parabéns pelo blog!!

  7. boa tarde! sou de Petrópolis-rj, estou com vontade de montar uma carrocinha de pastel.Gostaria de saber mais detalhes de como devo começar. ex. o tipo de masssa que devo usar, os melhores recheios e outras idéias que possa utilizar.
    Obrigado!Sucesso para todos.

  8. gostaria de informaçoes de como devo começar a vender pasteis na porta de minha casa,e ate mesmo em pequenas feiras que acontecem no meu bairro. gostaria de saber como armazenar os pasteis ja pronto, e qual o preço que devo colocar,se alguem puder me dar alguma dica desde ja agradeço! abraços !

  9. Nossa esta matéria me deu um gás, pois esse pensamento de vender pasteis sempre esteve em minha mente!!!
    Estou pensando em começar este negócio ma minha garagem, no início só aos domingos, quando tenho ajuda de meu marido. Pois moro na rua principal de um bairro movimentado, e sem falar que o pastel que faço é dos deusesss.
    Obrigada,

  10. quero montar uma pastelaria o tipo de masssa que devo usar, os melhores recheios e outras idéias que possa utilizar.

  11. Bacana este ponto de vista, mas esquecemos de lembrar que há custos fixos e variáveis, que há intempéries e conflitos. VAMOS LÁ… mesmo tendo barraca de pastel em feira ou rua, haverá custo fixo e variável, uma pessoa que você coloca para trabalhar, os ingredientes que compõe o pastel, o gás que utiliza fazendo o frango, a carne moída, o queijo, mussarela, tomate, a taxa da prefeitura, etc… SÃO custos fixos. A gasolina que utiliza para levar e trazer a barraca, os canudos, papéis, etc…
    SÃO às variáveis. As intempéries (dias de chuva) x conflito (menos pessoas consumindo), e devemos lembrar que não podemos fazer o cálculo de exatas x pessoas por dia, pois os dias são diferentes, por exemplo, em um dia de Segunda Feira não haveria às mesmas quantidades de pessoas como haveria em um dia de Domingo na feira. Quantos dias de feira? As mesma que consumiram no Domingo visitará a feira em um dia de semana. Amigos, empreendimento, em qualquer área tem seus dias ou épocas sazonais, tanto em uma empresa de eventos como em uma barraca de pastéis. Claro que pastel dá dinheiro amigos, não exatamente desta maneira que foi apresentado em números pelo texto principal, mas retorno é claro que dá, e sem levar em conta que devemos sempre PLANEJAR, para não nos decepcionarmos. Abraços à todos… FEHER

    • Ricardo Feher, entendo bem o que vc esta dizendo, porem devo fazer umas ressalvas…

      Logo de cara o nosso amigo Paulino Michelazzo citou ao fato de ter como,lucro apenas 10% ja descontados tudo o que vc citou.

      Outro aspecto é que as feiras não acontecem no mesmo local todos os dias, sendo assim a cada dia vc terá um publico diferenciado, claro entendo quando vc compara domingo com Segunda e vemos que não tem comparação com relação a quantidade de pessoas.

      Bem agora eu tenho uma planilha de custos de pizzas e estou adaptando para pastel e acredito que ficara ótima… quem quiser uma copia basta me escrever pedindo ( cabhost@gmail.com ).

      Esta planilha calcula todos os custos …

  12. é também estou abrindo uma barraca de pastel aqui perto de casa, pretendo ganhar muito assim. se eu ganhar tanto assim vou abrir filiais.. com certeza.
    muito bom os comentários..
    se alguém puder me dar dicas.. de como crescer.. mande um e-mail para mim… thiagomariano2005@hotmail.com

  13. Olá pessoal eu moro no litoral norte de São Paulo, há 11 anos tenho uma pastelaria, modestia parte encomodo as outras pastelaria que estão por perto na região até os mais famosos de Bertioga.
    Fiquei abobalhada com a soma do nosso amigo, e particularmente até frustrada.
    Pois tenho ponto fixo e não em sonho tiro esse valor por mês.
    Abraços a todos

  14. Bom Dia!
    Sr.Paulino eu trabalho com pasteis e realmente o faturamento que o sr. fez e real, mais eu gostaria de tirar um duvida.

    Eu também trabalho com festas e faço grandes quantidades e gostaria de saber como eu faço para produzir mais ou menos uns 300 pasteis e estocar por umas 5 horas; só que depois na hora de usar principalmente o de carne ele gruda no plástico as chega ate rasgar o pastel.
    O sr. tem alguma solução para me ajudar.
    Obrigado pela sua atenção
    Aguardo uma resposta.
    Jefferson

    • Jefferson

      Eu realmente não faço a mínima idéia. Este post veio a cabeça numa fagulha de pensamento quando estava comendo um em uma barraquinha numa feira.

      Meu negócio é Internet ;)

      Abs

  15. Olá, o que diz dizer ao falar que seu negócio é internet? Sempre procurei algo para fazer em casa usando o PC, além de tbm querer vender pastéis agora rsrs…. Ou vc disse que seu negócio é internet por gostar muito?

    Abraço,

    Marli

    • Realmente não Marli, eu trabalho com desenvolvimento de sistemas para Internet e por isso meu negócio é internet.
      Abraços

  16. Ola, adorei o seu blog, estou pensando em montar uma pastelaria na Bolivia, e ja testei varias massas e nao consigo chegar naquela massa do pastel de feira, se tem alguma dica me ajudem por favor…bj.

    • Eliane Maria Veiga me chamo Gisleide sou da Bahia andei pesquisando na internet a respeito do pastel de feira e fiz uns teste em casa pois to pensando em trabalha com eles ainda to me progamando usei a receita tradicional que e 3 xicara de farinha de trigo 2 colher de olho 250 ml de agua morna1 colher de cha rasa de sal 1 ou 2 colher de pinga a pinga vai ajuda a formar as bolhas na hora q frita mas em meio ao meus testes eu usei alcoo de cereal no luga da pinga e p minha supresa a massa ficou bem melhor e hj nao abro mao dele vc tbm pode bota uma colher desse alcoo no olho antes de esquenta -lo q ele vai deixar seus salgados com uma casquinha crocante por favor quem tiver dica de recheio de pastel manda p mim se esse pastel ja tiver nome manda tambem obg q Deus bencoe a todos

  17. Bueno, seria interessante passar os pastéis depois de fechados, é claro, numa vasilha com farinha de mandioca, ou colocá-los um a um no fundo do prato. Penso que assim o filme não grudará. Também poderia colocar papel aluminio como separador. É uma tentativa! Abraço. Luciara Pelotas/RS

  18. boa noite a todos!!!! estou fazendo uma pesquisa na net pra saber que tipo de negocio eu vou abrir, e depois desses depoimentos acho que realmente o pastel é o melhor….
    Agora saiu um tipo de massa que é maravilhosa, vc não precisa ficar mais perdendo tempo fechando a massa, e monta na hora o pastel em 2 minutos
    coloca o recheio fecha a massa e pronto…

  19. Possuo barraca de caldo de cana e pastel em um sacolão;e aos domingos existe uma feira livre na mesma rua.È periferia de S.B. Campo portanto muita gente.Tambem já trabalhei em feiras livres em Diadema por anos com pastel. Não se trata de uma simples conta assim. os dias da semana não mantem esse fluxo; vc está esquecendo da mão de obra (que para quem trabalha é pouco) mas para quem paga pesa.vc mesmo observou é japonês; são trabalhadores incansáveis; existe a cocorrência; existe oque chamamos de BRINDE…(a cada 3 ;4 ou até2 oproximo é grátis. tudo conforme a concorrência)NO final essa sua conta na teoria é uma na pratica é outra. ASSIM como deve ser no seu tipo de serviço???? grato

  20. Bom dia ,
    Gostaria de saber como faço para armazenar o pastel de feira, visto que eu uso a massa pronta
    monto o pastel na hora mas ás vezes em dia de grande movimento gostaria de deixar uma quantidade porém meu receio é com a massa devido ao recheio umedecer e vazar se puder me ajudar eu agradeço pois já tentei armazenar alguns mas com o passar das horas ele fica branco na parte do recheio e gruda.

    Sem Mais ,

    Gerson Xavier

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>