Fim da parte 1

Nossa, acabou! Faz quase 10 dias que não apareço por aqui. Na verdade, faz 10 dias que não apareço em lugar nenhum. O lançamento da versão em português me consumiu tudo o que tinha: forças, pulmão, café, filmes e até mesmo os ovos na geladeira. Que dez dias difíceis viu!!!

Mas estou contente. Contente e feliz! Consegui colocar a versão no ar e agora é, como diz amigo meu de quase uma década já (nossa!), Zé Roberto: é partir para o abraço!

O chato nisso é que não posso fazer duas coisas que gosto, principalmente juntas: ler e ver o mar. Estou com pelo menos quatro livros na fila para serem devorados mas faltou tempo. Vamos ver se esta semana dá praia porque com a chuva que anda caindo preciso de um bote e não de um carro ;)

Mas esta falta de sair tem um lado bom. Ando escutando coisas que há muito não ouvia e que interessantemente se completam (pelo menos em meus ouvidos): o piano de Chopin, maravilhoso e imortal com o hardcore de Evanescence e Linkin Park. Vai entender como um ser humano pode escutar clássicos e hardcore e gostar dos dois. Mistérios da alma.

Ahhh, e tem algo muito lindo também: Brokeback Mountain. Tanto o filme quanto a trilha sonora são de arrasar. Não é a toa que levou um cacho de estatuetas no último Oscar. Vale a pena cada segundo de ambos.

Enfim, esta semana tem mais. Não sei o que mas tem.

2 Comentários

Adicione o seu

  1. Eu acredito que seja meu parente pois quando os michelazzo vieram da Itália, foram somente 3 filhos que se instalaram na região de Amparo, em S.J. da Boa Vista e São Paulo. Destes hoje somos cerca de 200, não mais que isso.

    Não tenho contato com a parte da família de São João por ser do lado “Amparense” da mesma, mas certamente em algum momento nossas árvores genealógicas se encontram.

    Espero que encontre-o. Por acaso tentou alguma pessoa da região de São João?

    Atenciosamente,

  2. JOÃO RIBEIRO PADILHA

    02/12/2007 — 11:35

    PAULINO MICHELAZO
    Diga-me se for possível:

    É seu parente o cidadão NEWTON MICHELAZO.Ele foi meu venerado
    chefe de serviço junto ao BANCO
    MERCANTIL DE SÃO PAULO,na
    saudosa agência da cidade de
    MARILIA SP,nos idos de 1950!955
    Sua familia era radicada em São João da Boa Vista.
    Tenho dele,incontida saudade.
    Pode responder esta solicitação?
    Fico agradecido.
    João Ribeiro Padilha
    idade 74.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 16 =