Não sei

Dizem que a autoria do texto abaixo é de Antônio Ermírio de Moraes. Com certeza pode ter sido o mesmo que escreveu pois exprime realmente a visão deste empresário brasileiro que, ao contrário dos pseudos-sabichões do marketing e “coaching” atuais, mantém um verdadeiro império digno de Roma.

Claro que não vanglorio a isso. Acho até que ele poderia ser um pouco mais benevolente e partilhar sua fortuna de melhor forma mas com certeza o que ele diz vai contra o que a maioria prega. Ai fica ao seu critério saber se é o “vendedor de sonhos” que escreve livro apoiado na mídia ou ele que está certo.

Não Sei – Antônio E. Moraes
Se você ainda não sabe qual é a sua verdadeira vocação, imagine a seguinte cena:

Você está olhando pela janela, não há nada de especial no céu, somente algumas nuvens aqui e ali. Aí chega alguém que também não tem nada para fazer e pergunta:

– Será que vai chover hoje?

– Se você responder “com certeza”… A sua área é Vendas: O pessoal de Vendas é o único que sempre tem certeza de tudo.
– Se a resposta for “sei lá, estou pensando em outra coisa”… Então a sua area é Marketing: O pessoal de Marketing está sempre pensando no que os outros não estão pensando.
– Se você responder “sim, há uma boa probabilidade”… Você é da área de Engenharia: O pessoal da Engenharia está sempre disposto a transformar o universo em números.
– Se a resposta for “depende”… Você nasceu para Recursos Humanos: Uma área em que qualquer fato sempre estará na dependência de outros fatos.
– Se você responder “ah, a meteorologia diz que não”… Você é da área de Contabilidade: O pessoal da Contabilidade sempre confia mais nos dados no que nos próprios olhos.
– Se a resposta for “sei lá, mas por via das dúvidas eu trouxe um guarda-chuva”: Então seu lugar é na área Financeira que deve estar sempre bem preparada para qualquer virada de tempo.
– Agora, se você responder “não sei”… Há uma boa chance que você tenha uma carreira de sucesso e acabe chegando a diretoria da empresa.

De cada 100 pessoas, só uma tem a coragem de responder “não sei” quando não sabe. Os outros 99 sempre acham que precisam ter uma resposta pronta, seja ela qual for, para qualquer situação.

“Não sei” é sempre uma resposta que economiza o tempo de todo mundo, e pré-dispõe os envolvidos a conseguir dados mais concretos antes de tomar uma decisão. Parece simples, mas responder “não sei” é uma das coisas mais difíceis de se aprender na vida corporativa.

Por quê? Eu sinceramente “não sei”.

4 Comentários

Adicione o seu

  1. Obrigado pela info. Abraços

  2. Eliezer Aparecido de Oliveira

    22/10/2007 — 15:00

    O texto realmente é do Max Gheringer, este brilhante consultor e acima de tudo, que pensa e age como ser humano.

  3. Roberto Leite

    21/05/2007 — 20:59

    Eu também publiquei o texto como do Antônio Hermílio e fui corrigido por outrass pessoas dizendo ser do Max Geringer
    Tenho dúvidas agora pois o estilo pode muito bem ser do Max
    Abraços
    Roberto

  4. Será que é por isso que eu sou diretora? Eu responderia “não sei” ou então “sei lá”, que é sinônimo! rs
    Beijos! :-)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + 9 =