Cérebro travado

Depois de um carnaval que não vi passar graças a alegria de não ter televisão em casa (que só lamento por não assistir os bons canais como Discovery, History, NatGeo e BBC), tento retornar ao trabalho diário. Não que esteja inválido fisicamente ou não tenha trabalhado neste feriado; ao contrário, tive muito trabalho para fazer mas não sei porque cargas d’água a parte criativa do cérebro teima em estar num estado de dormência desenfreada, o que efetivamente é uma lástima em todos os sentidos.

Penso que a situação é devido a falta de descanso mental. Muitas pessoas não precisam disso mas eu preciso. A parte criativa não anda se não estiver descansada, o que não é sinônimo de ter dormido várias horas ou ter ido ao cinema, teatro, feira ou sei lá mais o quê. É simplesmente descarregar a mente e apreciar o dia, coisa que pouco ando fazendo. Só para completar, alguns incidentes da semana passada contribuem para a falta de vontade.

Anyway, como já aprendido há longa data, “aproveite, começou uma nova semana!” Então, que seja, mesmo curta, uma nova semana.

1 Comentário

Adicione o seu

  1. Bruno Santos

    18/02/2010 — 15:07

    rsrs… o que talvez esteja lhe faltando é o ócio criativo! As idéias fluem para valer mesmo é no momento do “fazer nada” ou do “lazer”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 3 =