Passagem aérea barata para férias? Aproveite mais do que oferecem

Categoria(s): Viagens

Você encontrou uma passagem aérea barata numa promoção espetacular. Mas será que não é possível melhorar essa promoção e tirar as “férias de rei”? Descubra aqui com um exemplo verdadeiro.

Semanalmente, quando não diariamente, nos deparamos com promoção de passagem aérea barata. Recebemos informativos pelo e-mail e celular, encontramos posts nas redes sociais ou mesmo nossos amigos avisam. Com o bom marketing das empresas, muitas vezes é irressistível não pegar o cartão e aproveitar a promoção. Sabendo disso e precisando vender, as companhias fazem tudo para que, por impulso, você faça um mau negócio (para você).

Vinha há algum tempo querendo escrever sobre como fazer mais por menos com passagens aéreas e ontem a oportunidade bateu à porta. Com ela, posso mostrar algumas dicas que venho refinando nos últimos anos para viajar mais por menos. O alvo: uma “promoção” da LATAM para a Flórida por aproximadamente R$ 4000,00 em classe executiva. Não era bem uma promoção, mas algumas passagens vendidas por um preço convidativo quando comparado com classe econômica. Os trechos eram, basicamente, Rio, BH, Curtiba e algumas outras cidades, para Miami ou Orlando.

A promoção

Obtive a informação sobre a promoção dessa passagem aérea barata no site Melhores Destinos e resolvi conferir. Redirecionado para o site da LATAM, escolhi uma data aleatória e encontrei uma passagem Rio-Orlando por R$ 3648,00. Além do preço e do conforto, viajar de executiva rende mais milhas/pontos e neste caso, aproximadamente 21 mil. A data não era importante (moro na Holanda, esqueceu?), mas o extrato servia para aplicar as técnicas “mais pelo mesmo”. Assim, procurei uma das passagens mais baratas possíveis para que pudesse desenvolver o exercício.

Promoção da LATAM

Promoção da LATAM

Mais pelo mesmo? O que é isso?

Simples: obter o máximo possível pelo seu suado dinheiro, sem vender a alma para o diabo. Ao contrário que pode pensar, não é sacanagem, não é roubo, não é engodo. É simplesmente usar o sistema aproveitando oportunidades.

Somente para ilustrar antes de apresentar o resultado do exercício: que tal, pelo mesmo valor, ficar três dias adicionais no Chile tomando vinho? E se você acrescentar menos de mil reais e eu lhe oferecer Santiago, Punta Cana e Miami? Que tal? Não é mágica, não é safadeza. É pesquisa, paciência, tempo e conhecimento.

O sistema aéreo é uma das coisas mais complexas que já vi na vida. Milhares de rotas e conexões, stopovers, open-jaws, side-trips, etc. Uma miríade de termos, opções e possibilidades que frequentemente podem render ótimas viagens. Porém como a maioria do que é bom, é preciso paciência e dedicação para conquistar. Passagem aérea barata não é diferente. Sabendo usar as ferramentas adequadas e um pouco de dedicação, pode-se fazer muito pelo mesmo.

Mas, infelizmente, o brasileiro não reúne essas características e perde dinheiro. Pior; quando encontra com alguém que aproveita mais que ele, fica irritado e blasfema o outro. Para completar, sabendo as companhias desse “defeito psicológico”, nadam de braçada esfolando o máximo possível.

O objetivo aqui é mostrar aquilo que possivelmente desconheça para fazer de suas férias algo muito melhor.

O exercício

Meu objetivo era simples: mais! Mais milhas, mais passeios e até mesmo mais “kit amenidades” oferecidos pela companhia. “Férias de rei” e nada menos que isso. E para chegar neste objetivo, o primeiro passo é ter as ferramentas apropriadas para o trabalho a ser executado.

Ferramentas certas para o trabalho

Esqueça Decolar, Submarino, Mundi e outros sites OTA’s (online travel agency). Eles servem para uma única (e olhe lá) coisa: comprar a passagem. Como procuramos mais opções, são necessárias ferramentas diferentes para depois então usá-los. Algumas delas:

  • Google Flights – ao contrário das OTA’s, o “flights” é agnóstico. Ele não se limita em apresentar passagens dessa ou daquela companhia, mas tudo o que encontrar (com algumas restrições) referente a busca do usuário. Sua interface simples e intuitiva permite que leigos encontrem uma boa passagem. Basta saber procurar.
  • ITA Matrix – o Google Flights com esteróides. Comprado em 2010 pelo Google para se tornar a base do flights, o ITA Matrix é uma poderosa ferramenta de pesquisa de passagem aérea barata ou combinações estranhas. Ela permite busca com diferentes conexões, classes, voos, itinerários, e responde com informações detalhadas. Seus resultados trazem tudo o que é necessário para fazer mais pelo mesmo na hora de procurar uma passagem área barata. Seu lado ruim: o tempo de aprendizado, maior que o flights.
  • Openflights – um enorme banco de dados de rotas, voos e companhias entre diferentes aeroportos. Não se espante com a interface “anos 90”. Ele é extremamente útil para descobrir “como e quem” vai de onde e para onde.
  • Where to Credit – precisa saber onde pontuar suas milhas? O Where to Credit é a ferramenta para isso. Com centenas de companhias e programas de milhagem, mostra onde você pode pontuar com melhores resultados.
  • Expert Flyer – ferramenta nível hardcode. Ela fornece os mesmos dados que as agências de turismo tem acesso nos sistemas GDS que conectam as companhias. Classes tarifárias, disponibilidade de voos, assentos, preços, rotas e regras de bilhetes são algumas das informações disponíveis. Serviço pago mas com 7 dias de uso gratuito (vale cada centavo).

A caixa de ferramentas poderia se estender para dezenas de ítens, porém as descritas são, exceto o Expert Flyer, básicas para encontrar qualquer passagem aérea barata ou fazer mais pelo mesmo.

Agora vamos usar essas ferramentas.

GIG-SCL-MIA-GIG

Gosto muito do Chile por seus contrastes de paisagens, montanhas e vinho. Não se apaixonar pelo Chile é ter um parafuso em falta e sofrer de doença crônica. Pensando nele, por que não aproveitar minhas “férias de rei” e incluí-lo na viagem?

– Ahhh, mais vai ficar caro demais!
– Será que vai?

Itinerário GIG-SLC-MIA-GIG

Acrescentando o Chile, o valor subiu mais de 2 mil Reais no site da LATAM e aparentemente não se tem o que fazer, exceto um double-check. Abro a caixa de ferramentas e pego o Google Flights para verificar o preço:

Pesquisa do Google Flights

Eis que aparece a passagem mais barata e com todos os trechos em classe executiva. Mas, será que a passagem existe realmente? Pergunta-se para uma OTA:

Confirmação da existência da passagem

Existe e fazendo a conversão, obtém-se R$ 3781,44, alguns centavos menor do encontrado no flights e 2 mil Reais mais barato.

Dizem que quando o milagre é muito, até santo desconfia. Por isso resolvo verificar em outra OTA. Dessa vez, Expedia:

Confirmação da passagem

Não existem mais dúvidas. A passagem aérea barata se tornou uma passagem ainda melhor. Agora, uma parada em Santiago para os vinhos antes do passeio em Miami (que é muito melhor que Orlando). Para completar, mais 8 mil pontos ou pouco mais de 29 mil. Só falta pegar o cartão, comprar e finalizar o exercício.

Opa, será que ainda posso melhorar?

Vendo com atenção, o trecho entre Santiago e Miami tem uma escala em Bogotá (BOG) ou em Punta Cana (PUJ). Que tal ver quanto fica alguns dias na paradisíaca República Dominicana?

GIG-SCL-PUJ-MIA-GIG

Quem não conhece, deveria. Punta Cana, mesmo com a farofada dos últimos anos, ainda é um lugar espetacular para descansar. Sei disso por fonte fidedigna; minha mulher que lá esteve no começo desse ano. Mas será que não fica muito mais caro?

Como não sei quais datas seriam corretas, preciso de uma ferramenta que me dê opção de busca num intervalo de datas. Nesta hora, o ITA Matrix é seu melhor amigo.

Pesquisa no ITA Matrix

Colocando os trechos e datas no ITA Matrix, o seguinte resultado aparece:

Resultado no ITA Matrix

Essa primeira pesquisa quase me derruba da cadeira. 14 mil Reais é para o Neymar, não para mim. Uma frustração completa se não fosse por um detalhe: o voo da American.

Tanto LATAM quanto American (e outras) fazem parte de uma mesma aliança de companhias, a OneWorld. Alianças permitem que o passageiro de uma companhia voe em outra com os mesmos benefícios dentro de uma mesma passagem. Na maior parte das vezes isso é ótimo, mas em outras, não.

O que “estragou” a pesquisa foi o voo da American. Além de ser uma executiva “J” (mais cara), o “custo” da American nessa composição faz com que o total suba. Solução: é preciso trocar o voo da American por um da LATAM e para isso, mudar as datas.

Brincando com datas

O ITA Matrix permite a escolha de um intervalo de datas de até dois dias. Você informa uma data e seleciona que sejam buscadas opções para um ou dois dias daquela data, para mais ou para menos. Isso faz com que as opções ampliem-se para melhores resultados (ou não).

Segunda pesquisa no ITA Matrix

Temos então o seguinte resultado:

Resultado da segunda busca

Somente com a mudança do intervalo  já reduziu-se em quase 4 mil Reais. Mas, um problema: onde estão os voos da LATAM? Desapareceram porque a busca não encontrou opções que satisfaçam a pesquisa, ou seja, um voo da LATAM entre 14 e 16/10. O que fazer?

Voltando a imagem da Expedia, percebe-se que o voo com escala em Punta Cana acontece num domingo. Então se ampliar a viagem para uma semana a mais, pode ser que encontre o voo, correto? Vejamos:

Terceira busca no ITA Matrix

Encontramos o voo e agora sabe-se que ele acontece pelo menos uma vez por semana (essa informação seria encontrada no Expert Flyer). Entretanto o preço pulou de 10 mil da última pesquisa para quase 19 mil e se continuar assim, nem o Neymar paga. Onde está o problema?

Controles avançados

Foi dito que o ITA Matrix é realmente eficiente mas, se não souber pedir, ela não responde como desejado. Este é o momento onde entram seus controles avançados. Campos adicionais onde são inseridos parâmetros que refinam a busca.

A pesquisa anterior é um exemplo de necessidade de refinamento. Existe uma conexão em São Paulo/Guarulhos (GRU) que está forçando uma classe de voo mais cara (“C”). Então é preciso alterar essa classe para uma mais barata e isso pode ser feito explicitando essa conexão.

Uso de campo avançado

Os controles avançados são acessados na parte inferior do formulário pelo link Advanced Controls. Com eles podemos acrescentar parâmetros que mudam completamente a busca. Clicando no sinal de interrogação ao lado do campo obtém-se uma janela que mostra quais parâmetros podem ser usados e como usá-los.

No exemplo, digo que desejo uma conexão em São Paulo/Guarulhos (GRU), forçando-a realmente. O resultado?

Resultado do uso de parâmetros avançados

Você não está vendo errado. São mais de 14 mil reais de diferença somente forçando uma conexão. Nenhuma mudança de data, horário ou itinerário. O que mudou foi a troca do segundo voo (GRU-SCL) para a classe “J” e o quinto voo (MIA-SCL) para a classe “I”. Essa mudança não altera o “produto” comprado que continua sendo classe executiva. Porém para a companhia faz uma enorme diferença para a concessão de pontos/milhas.

Olhando de perto o resultado é o seguinte:

Detalhes do resultado

Uma bela viagem não?

Passagem aérea barata com resultado melhor que o esperado

Como prometido, com pouco mais de R$ 600,00 adicionais ao preço inicial, tem-se “férias de rei” com:

  • 3 dias de visita nas vinícolas chilenas;
  • Uma semana de pé na areia caribenha para curar a ressaca dos 3 dias anteriores;
  • 6 dias de compras e batida de perna em Miami;
  • 25 mil pontos Multiplus para uma nova viagem;
  • Categoria Elite Gold (mínimo) na LATAM que lhe dá excesso de bagagem e alguns upgrades.

Eu poderia “espremer” ainda mais o exercício para que o voo de retorno fosse sem escala até o Rio em classe executiva, além de aumentar o número de pontos obtidos. Porém essa espremida fica para posts futuros devido ao aumento de complexidade das buscas.

Como visto, não existe sacanagem o safadeza, mas sim pesquisa. Usando as ferramentas disponíveis na internet, uma boa dose de paciência e raciocínio lógico é possível converter uma passagem aérea barata numa grande oportunidade de férias diferenciadas.

Infelizmente essas regras pouco se aplicam ao mercado nacional brasileiro. Como não existe concorrência, as companhias andam paralelas quando o assunto é preço. Mas para qualquer viagem ao exterior, uma boa pesquisa rende ótimas opções como voar para um mesmo destino fazendo 3 ou 4 vezes mais milhas.

Gostou? Que tal comentar então? Esse não custa nada :-)

Sucesso em suas buscas por passagem aérea barata (realmente).